segunda-feira, 3 de junho de 2013

Poema de alguém olhando as nuvens (ou Lembre-se de mim)


 _ evito tropeçar 
                        nos meus próprios sorrisos 
                        um dia te esbarro
                        ilícito!

 _ te peço um cigarro aceso
                        pra queimar
                        o momento

 _ vou te atropelar no tempo
                        testar sua simplicidade 
                        ver se moram ainda minhas
                        quaisquer coisas sem nome
                        no teu futuro coração.

 _ quem sabe eu te encontro crescido?

                        mas ainda menino
                        quando a gente não lembre
                        de acordar...

2 comentários:

Kaio Cassio disse...

PAULO COELHO arrasando!

felipe ! disse...

UHASUASHUAS GENIAL